O garoto que tinha asas (Raiza Varella)

Uma releitura moderna do conto A Bela e a Fera. Uma história linda que irá conquistar seu coração.

Livro: O garoto que tinha asas
Autora:
Raiza Varella
Série: Garotos encantados, Livro 2
Ano: 2016
Editora: Pandorga
Nº de páginas: 400
Nota Skoob: 4.5
Minha nota: 5 – favorito

Sinopse

Depois do conto de fadas protagonizado por Bárbara e Ian em O Garoto dos Olhos Azuis chegou a hora de conhecermos a história de outro casal encantado.

Augusto Bittencourt, vulgo Monstro, é um renomado médico, dono de uma carreira sólida e do hábito de dispensar uma mulher atrás da outra sem piedade. Nunca se apaixonou e não acredita que um dia irá encontrar uma mulher interessante o suficiente para mudar esse fato. Mas o destino parecia pensar diferente, em uma madrugada fria ele presencia um terrível acidente de carro e conhece a garota sem nome. Uma garota que há muito tempo não sabe o que é ter um lar, se sentir segura e não precisar fugir de ninguém até que, em meio aos destroços, ela vê alguém correr em sua direção, um garoto que ela poderia jurar ter asas.

Embora Augusto esteja muito longe de se parecer com um anjo, ele acaba por salvar a sua vida. Pela primeira vez, o médico de pouco humor e muito caráter terá que enfrentar e ir contra todos os seus princípios para cumprir uma promessa que não deveria ter feito e de quebra, quem sabe, se apaixonar. Em O Garoto que tinha Asas vamos descobrir se o príncipe encantado realmente vem montado em um cavalo branco ou se sua cor é o que menos importa em meio a uma singela releitura de A Bela e a Fera.


Resenha Mundo Sublinhado

Vamos falar sobre o monstro…

A gente já sabe que o Augusto é super esquentado, mas também super protetor com aqueles que ele ama. No segundo livro da série dos nossos garotos encantados, Augusto vai se descobrir como pessoa e descobrir o que é o amor.

Augusto presencia uma cena muito estranha em um estacionamento, e decide seguir a garota que parecia estar em apuros. Só que poucos quilômetros depois, ela sofre um terrível acidente e Augusto vai lá salva-la, e mesmo sem conhece-la, faz uma promessa que desafia cada centímetro do seu corpo e as coisas que ele sempre acreditou, mas ele fez e pretende cumprir.

Então a garota que ele não sabia nem o nome acorda, mas quando ele olha para os olhos dela novamente, só quer uma coisa… cuidar dela e continuar cumprindo sua promessa, e por mais que ela deseje ir embora, e por mais que ele queira que ela vá, não há nada que eles queiram mais que ficar perto um do outro, mesmo que não queiram admitir.

Minhas considerações – Laise Caroline

É muito difícil falar deste livro e não dar spoiler, MUITO MESMO! Mas vamos lá, vou tentar! rs

Agente sabe que o Augusto é uma pessoa difícil, quem já leu O garoto dos olhos azuis sabe disso, ele é explosivo, egoísta, mulherengo, ignorante… mas, como nesse vida tem jeito para quase tudo, é claro que para o Augusto não seria diferente e o nosso monstrinho pode se transformar em um príncipe encantado, basta alguém dar uma ajudinha, e é isso que a Anna faz, mesmo não sabendo, ela transforma a maneira do Augusto ver o mundo e ver a evolução de um personagem que a gente ama é lindo.

Quero ressaltar também que a família deles é muito doida rsrs e a Bárbara continua como sempre sendo #aLouca e nos matando de rir, a vovó também aparece na história (adoro ela) e o nosso divo maravilhoso Ian continua sendo um príncipe super encantado.

Sei que algumas pessoas reclamaram do jeito do Augusto, principalmente de como ele tratava um personagem, mas eu entendo que o Augusto é assim, não adianta o leitor querer comparar ele com o Ian, são pessoas diferentes, por tanto as atitudes são diferentes, ele só precisa que você dê uma chance… Quando a Fera tem amor verdadeiro, ela se transforma em um príncipe encantado.

O personagem que eu mais gostei foi o Nicholas (não, falei dele aqui na resenha para não dar spoiler), ele partia e colava meu coração. Seu jeitinho me conquistou. Adorei sua inteligência e ingenuidade. Inclusive uma das cenas que mais tocou meu coração foia que ele protagonizou com seu tênis novo. ~Quem leu vai saber do que estou falando.

Raiza é minha escritora nacional preferida e eu adoro tudo que ela faz. E com esse livro não foi diferente. AMEI, AMEI e AMEI e espero que vocês leiam e amem tanto quanto eu.

Minhas considerações – Cintia Dayanne

Sabe aquele livro em que você ri, chora e se sentir parte do livro?! Estamos falando desse tipo de livro pessoal. É incrível como eu consegui me transportar para outra dimensão, me tornei parte da família da Bárbara e do Ian, apesar da história se tratar de um outo membro da família.

O Segundo livro dos Encantados é baseado na história de A Bela e a Fera, uma história atual, que se passa aqui no Brasil, o que te faz pensar que um desses personagens pode ser um vizinho, por exemplo, para quem gosta de releitura de contos de fadas, é um livro perfeito.

Vocês acham que estou dando spoiler? … Absolutamente nenhum, vocês não imaginam que história e que reviravoltas incríveis elas possuem, sem falar que, quem já era completamente apaixonada pelos personagens (vulgo, eu) se apaixona ainda mais. O livro tem tudo o que poderia ter de melhor, romance, amor, ciúme, raiva. A cada momento você se coloca em uma posição diferente, você se sente na história a ponto de discutir na sua cabeça, da mesma forma que os personagens discutem nos livros. E quando eles finalmente encontram paz, você chora aqui do outro lado. O livro é lindo!

Minhas frases sublinhadas

O que eu senti não foi pena, foi carinho. Inexplicavelmente eu quis conhecer cada uma das cicatrizes que ela tinha por dentro e quis concertar cada uma delas. […] eu senti que ali, dentro daquele abraço carente e angustiante, era a porra do meu lugar. – pag 168

Que ela olha para ele com um misto de admiração e ilusão todos nós já percebemos, o que ninguém viu ainda é como ele olha para ela quando ninguém está prestando atenção. – pag 228

– Antes de conhecer você eu não chorava, o que você fez comigo¿
– Talvez porque eu seja a primeira pessoa que nesse tempo todo realmente quis conhecer você. Conhecer de verdade. – pag 236

Não sei quando as lágrimas voltaram, mas quando me dou conta meu rosto e o travesseiro estão completamente molhados, escondo o meu rosto nele para não fazer barulho e chamar a atenção de ninguém e me entrego a dor, de corpo, alma e coração. Porque descobri que eu tenho um e ele bate e se machuca como o de todas as outras pessoas. – pag 261

Eu não falo, ele também não, só ficamos ali parados, nos olhando com intensidade, até que ele rompe o silêncio com um beijo. Não é qualquer beijo e definitivamente não é um beijo carinhoso, é um beijo de posse e me arrisco a dizer, de saudade. – pag 268

Estou indo embora lhe deixando todo o meu amor. – pag 345

Durante a história não tem como não se apaixonar por Anna e Augusto, pela família deles e por Nicholas ♥ Então leiam e se apaixonem!

Onde comprar: Saraiva.com.br  Amazon.com.br

P.S.: Em novembro será lançado o terceiro livro da série O garoto que eu abandonei, que é a história de Gustavo e poderemos contar com a Bárbara mais louca que nunca! rsrs

Para mais informações sobre o livro, siga a Raiza Varella nas redes sociais:
Instagram /Facebook: Raiza Varella.

Mil beijos,

fullsizerender-26 FullSizeRender (19)

2 comentários sobre “O garoto que tinha asas (Raiza Varella)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s