Eu escolhi respirar; Trilogia Breathing (Rebecca Donovan)

O último livro da trilogia é carregado de sentimentos que conectam o leitor à personagem principal e a outro personagem que agora terá também seu lado descrito na trama. Prepare-se para sofrer junto, mas também se apaixonar e suspirar.

Livro:
Eu escolhi respirar
Trilogia: Breathing
Livro: 3
Autor:
Rebecca Donovan
Editora:
Pandorga
Número de páginas:
424
Ano:
2014
Nota do Skoob:
4.4
Minha nota:
5

Sinopse

Emma Thomas está se escondendo. De tudo e de todos inclusive de si mesma. Mas não pode se esconder para sempre. Seu passado a encontrará, e seus segredos não ficarão em silêncio não se ela quiser ser perdoada. Emma aprende que honestidade pode ferir mais do que traição, e que a verdade pode lhe custar o único amor que já conheceu.
A muito aguardada conclusão da Trilogia Breathing vai fazer os leitores prenderem a respiração até a última página.

IMG_20160530_104911.jpgResenha Mundo Sublinhado

Emma está de volta e agora querendo guardar todo o seu passado em uma caixinha trancada e perdida em algum lugar de seu cérebro. Para manter-se nesse estado de letargia ela está disposta a tudo, desde fazer algo que sempre condenou a algo realmente perigoso.

Encontra, então, alguém que lhe dá uma esperança de estar no futuro deixando todo o passado para trás. Ela finalmente está tendo uma espécie de “trégua” de todo o seu sofrimento. No entanto, como nada é fácil na vida de Em, um fato a leva a ter que desvendar tudo o que lhe aconteceu anteriormente e a enfrentar seus medos um por um.

Apesar de toda a dor que ela está sujeita a sentir, este é um estágio realmente necessário para Emma poder enfim reencontrar-se e redescobrir-se em um mundo rodeado do perdão e do amor os quais tomam o lugar da dor e culpa que há muito viviam guardados em seu peito.

O último livro da trilogia é carregado de sentimentos que conectam o leitor à personagem principal e a outro personagem que agora terá também seu lado descrito na trama. Prepare-se para sofrer junto, mas também se apaixonar e suspirar.

IMG_20160530_105345 Minhas considerações

Ler esse livro foi uma das melhores “segundas chances” literárias que eu já dei. Iniciei a leitura dele logo após ler o segundo livro (Quase sem respirar), entretanto, a revolta a qual ele tinha me trazido era tão grande que eu não conseguiria ler algo denso em seguida, por isso larguei a leitura e a reiniciei recentemente, aproximadamente 7 meses depois.

Vamos ao que interessa. Eu amei esse livro, de coração. Ele possui um início um tanto confuso, o qual Emma está despedaçada com tanto sofrimento. Ela tenta apagar tudo com a bebida, com festas e com adrenalina, e em meio a isso ela encontra alguém que será sua válvula de escape.

E essa “válvula de escape” é uma pessoa incrível, que apesar de não ser a pessoa certa para estar eternamente ao lado de Em, foi quem a ajudou a manter-se de pé por algum tempo.

Não poderia também deixar de citar o auxílio de suas amigas Meg, Serena e Sara (mesmo estando em outro país), elas são as melhores que Em poderia ter.

A reviravolta que a história dá, trazendo seu passado à tona e junto disso uma forma de ela enfim curar-se dele é brilhante. A autora soube perfeitamente colocar cada elemento em seu devido lugar, para a nossa alegria de leitor.

A trilogia fechou com chave de ouro, não poderia ter desfecho melhor! E apesar de o segundo livro da trilogia não ter me cativado tanto, percebo agora que ele foi a ponte necessária para chegarmos a esse final incrível.

Essa trilogia é maravilhosa, densa e retrata realidades dolorosas, e se você está com seu coraçãozinho pronto para enfrentar isso, tenho uma dica pra você: mergulhe nessa história e viva intensamente cada emoção dela, você não vai se arrepender! Boa leitura.

IMG_20160530_105210 Minhas frases sublinhadas

“Amar era fácil. Tudo o que eu precisava fazer era olhar nos olhos dele e ver isso. No balanço irregular da minha vida eu havia experimentado amor e perda. A perda me desafiou a ser forte, mas foi o amor que me ajudou quando fui fraca. Eu era uma sobrevivente. E agora eu queria me concentrar em viver a minha vida.”

(Spoiler) “Sim, eu te amo. E sei que você não é a mesma. Mas eu estou apaixonado por você, Emma. Eu me apaixonei por você de novo durante esse verão. As pessoas mudam. Eu sei disso. E vamos continuar a mudar. E isso significa apenas que eu vou me apaixonar por você de novo.”

Resenha dos dois primeiros livros:
Uma razão para respirar – Livro 1
Quase sem respirar – Livro 2

beiJU
FullSizeRender (20)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s