Como eu era antes de você – O filme

O filme ‘Como eu era antes de você’, que é a adaptação do livro da autora Jojo Moyes com o mesmo nome, será lançado em 16 de junho, mas já temos várias novidades que saíram na rede sobre o filme e até uma grande surpresa para os leitores de Macapá. Confiram no post.

Filme: Como eu era antes de você
Data do lançamento oficial no Brasil: 16 de maio de 2016
Duração: 1h 51min
Gênero: Drama, Romance
Nacionalidade: EUA
Elenco

unnamed.png
Emilia Clarke – Louisa Clark

unnamed (1)
Sam Claflin – Will Traynor

unnamed (2).png
Jenna Coleman – Katrina Clark

unnamed (3).png
Matthew Lewis – Patrick

unnamed (4).png
Steve Peacock – Nathan

unnamed (5)
Charles Dance – Steven Traynor

unnamed (6).png
Janet McTeer – Camilla Traynor

unnamed (7).png
Vanessa Kirby – Alicia

unnamed (8).png
Rupert – Ben Lloyd-Hughes

unnamed (9).png
Bernard Clark – Brendan Coyle

Mas o que mais nos deixa com o coração acelerado, são os trailers. Então confiram todos os trailers que já saíram do filme

Como Eu Era Antes de Você – 1º  Trailer Oficial

Como Eu Era Antes de Você – 2º  Trailer Oficial

Me Before You Trailer – Versão Estendida

Como Eu Era Antes de Você – Extraordinário

Como Eu Era Antes de Você – X Ambassadors “Unsteady” (Erich Lee Gravity Remix)

 

Além das lindas cenas, temos que dizer que as músicas se encaixam perfeitamente. Aqui está a trilha sonora oficial do filme (infelizmente não sabemos quando o CD será lançado no Brasil).

1 – Max Jury “Numb”
2- HOLYCHILD “Happy With Me”
3- X Ambassadors “Unsteady” (Erich Lee Gravity Remix)
4- Jessie Ware “Till The End”
5- The 1975 “The Sound”
6- Jack Garratt “Surprise Yourself”
7- Cloves “Don’t Forget About Me”
8-  Ed Sheeran “Photograph”
9- Imagine Dragons “Not Today”

Mas as novidades não param por ai, tivemos o livro com a capa do filme, novos trailes e declarações dos atores e da Jojo, confira:

me-before-you-_0.jpg

Apresentação do livro com capa filme Emilia Clarke e Sam Claflin

Jojo Moyes, Emilia Clarke e Sam Claflin apresentam o livro com nova capa

Entrevista com Sam Claflin

No dia 23/05 aconteceu a première do  filme em Nova York. Olhem só que lindo esse casal que vai quebrar nossos corações – buabuá – Emilia Clarke e Sam Claflin. Lindos!!

emilia1.jpg

13259029_1611940239133703_883228851_n.jpg

Click da Jojo Moyes com o elenco

533872982.jpg

No dia 25/05 aconteceu a première do  filme em Londres.

Clrke-MAIN

3500

Rex_Me_Before_You__2889765a.jpg

Várias críticas já foram postadas na internet, mas não queremos lhes dar spoiler, então não vamos compartilhar aqui com vocês. Mas aguardem nossas considerações.

Agora vamos a uma grande novidade para quem mora em Macapá e região

A estréia do filme é dia 16/06/2016, mas a Rede Cine Imperator vai nos dar um grande presente de dia dos namorados. A pré-estréia será dos dias 09 a 12/2016 e os ingressos poderão ser comprados a partir do dia 06/06 

 Cine Imperator 3d provando mais uma vez por que é o cinema que mais amamos!! E em breve lançaremos uma promoção de ingressos para a pré-estréia, fiquem ligados nos instagrans @MundoSublinhado e @CineImperator3d.

13254394_1057318214346637_5384970309210218529_n.jpg

Mas, após tantas emoções preparamos as “melhores frases sublinhadas” para nos lembrarmos desse história linda que nos aguarda no próximo dia 09/06.

“A cadeira voltou-se em minha direção, triturando de leve os vidros no chão. Seus olhos encontravam os meus. Eles estavam infinitamente cansados. E me desafiavam a oferecer compaixão.” (pág. 51)

“— Ele estava rindo de mim — expliquei.
Will tinha achado muito engraçado que eu não soubesse o que era pesto. Eu disse que o jantar seria ‘macarrão com molho verde’.
— Ah, ela não se importa com isso. É que há muito tempo ele não ri de alguma coisa.” (pág. 62)

“Deitei-me na cama e pensei em Will. Pensei em sua raiva e em sua tristeza. Pensei no que a mãe dele tinha dito: que eu era uma das únicas pessoas que conseguiu alcançá-lo. Pensei nele se esforçando para não rir com a Canção Molahonkey numa noite em que a neve caía dourada do outro lado da janela. Pensei na pele cálida e nas mãos e nos cabelos macios de alguém vivo, de alguém bem mais inteligente e engraçado do que eu jamais poderia ser e que, apesar disso, não via nada melhor no futuro do que se matar. E enfim, com a cabeça pressionada contra o travesseiro, chorei porque minha vida de repente pareceu mais difícil de entender e muito mais complicada do que jamais havia imaginado, e desejei poder voltar até os dias em que minha maior preocupação era se Frank e eu tínhamos encomendado bolinhos Chelsea suficientes.” (pág. 113)

“Eu tinha de preencher os pequenos retângulos brancos do calendário com um monte de coisas que pudessem causar felicidade, alegria, satisfação ou prazer.” (pág. 124)

“Eu dispunha de cento e dezessete dias para convencer Will Traynor de que ele tinha motivos para viver.” (pág. 125)

“— Eu vou se você for comigo.
— Por que não vai sozinha?
— De jeito nenhum.
Continuamos ali, enquanto ele pensava no caso.
— Meu Deus, você é um saco.
— Você diz isso o tempo todo.” (pág. 144)

“Nathan foi arrumar a bolsa de Will. Estava pensando em fazer um comentário sobre como Will era controlador, quando virei-me e vi que ele continuava me olhando.
— Você está ótima, Clark. De verdade — disse ele, baixinho.” (pág. 147)

“— Muito bem — falei, soltando meu cinto de segurança. — Melhor entrarmos. A rotina da noite nos aguarda.
— Espere um instante, Clark.
Virei-me. O rosto de Will estava no escuro, não conseguia vê-lo direito.
— Espere um instante. Só um minuto.
— Está se sentindo bem? — Olhei para a cadeira dele, com medo de estar esmagado ou preso em alguma parte, ou de eu ter feito alguma coisa errada.
— Estou ótimo. É que…
Podia ver o colarinho claro da camisa em contraste com o terno escuro.
— Não quero entrar agora. Quero ficar sentado aqui e pensar que… — Engoliu em seco.
Mesmo no escuro, pareceu fazer esforço.
— Quero… ser apenas um homem que foi a um concerto com uma garota de vestido vermelho. Só por mais alguns minutos.
Larguei a maçaneta da porta.
— Claro.
Fechei os olhos, apoiei a cabeça no encosto da cadeira e ficamos ali mais um pouco, duas pessoas perdidas nas lembranças sonoras, meio ocultas à sombra de um castelo numa colina iluminada pela lua.” (pág. 150)

“— Você só vive uma vez. É sua obrigação aproveitar a vida da melhor forma possível.” (pág. 173)

“— Estou avisando que existe um mundo inteiro lá fora. Mas eu gostaria muito que, antes de conhecer esse mundo, você fizesse umas batatas para mim. — Ele me lançou um sorriso e não pude evitar retribuir.” (pág. 182)

“— Você, Clark — ele olhou para as mãos —, é a única pessoa com quem eu sinto que posso falar desde que eu acabei nesta porcaria.” (pág. 222)

“— Às vezes, Clark, você é a única coisa que me dá vontade de levantar da cama.” (pág. 238)

“Parte de mim esperava que Will ouvisse a minha voz. Parte de mim esperava que ele abrisse os olhos por cima daquela máscara transparente de plástico e dissesse:
— Clark. Sente-se, pelo amor de Deus. Você está bagunçando o quarto.
Mas ele continuou deitado imóvel lá.” (pág. 263)

“Quem você acha que me sugeriu fazer uma faculdade? Quem você acha que me incentivou a fazer alguma coisa da vida, a viajar, a ter ambições? Quem mudou minha maneira de pensar sobre todos os assuntos? Até sobre mim mesma? Foi Will. Fiz mais coisas e vivi mais nos últimos seis meses do que nos últimos vinte e sete anos da minha vida.” (pág. 307)

“Olhei pela janela para o céu azul-claro da Suíça e contei a história de duas pessoas. Duas pessoas que não deviam se encontrar e que não gostaram muito um do outro quando se conheceram, mas que descobriram que eram as duas únicas pessoas no mundo que podiam se entender. Contei as aventuras que tiveram, os lugares onde foram e as coisas vistas que nunca esperaram ver. Conjurei para ele céus cheios de raios, mares iridescentes e noites repletas de risos e piadas bobas. Desenhei para ele um mundo, distante de uma área industrial suíça, um mundo onde ele ainda era, de algum modo, a pessoa que queria ser. Mostrei o mundo que ele tinha criado para mim, cheio de encantos e que ele não podia imaginar, e que só por isso eu estaria para sempre em dívida com ele. Enquanto eu falava, sabia que aquelas poderiam ser as palavras mais importantes que diria e que precisavam ser as palavras certas, que não eram propaganda, uma tentativa de mudar o que ele pensava, mas que respeitavam a decisão dele.
Contei algo bom.” (pág. 314)

“Estou lhe dando isso porque poucas coisas ainda me fazem feliz, e você é uma delas.” (pág. 319)

“É isso. Você está marcada no meu coração, Clark. Desde o dia em que chegou, com suas roupas ridículas, suas piadas ruins e sua total incapacidade de disfarçar o que sente. Você mudou a minha vida muito mais do que esse dinheiro vai mudar a sua.” (pág. 320)

Galera, tentamos colocar os fatos mais relevantes e tudo que mais amamos sobre essa adaptação que ainda nem assistimos – rs -, pelo tamanho do post já dá para perceber o nosso amor por essa história rs. Para conferir as resenhas dos livros Como eu era antes de você e Depois de você click nos links.

Espero que vocês tenham curtido esse post, pois, fizemos de todo coração… Então… Mil beiJUs.

IMG_1574.JPG

2 comentários sobre “Como eu era antes de você – O filme

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s