O maravilhoso agora (Tim Tharp)

“Não importa se é real. Quando se trata de sonhos, nunca importa. Eles não passam de boias salva-vidas a que se agarrar para não morrer afogado. A vida é um oceano, e quase todo mundo esta agarrado a um tipo de sonho para se manter na superfície”

Título: O maravilhoso agora
Título original:
The Spectacular Now
Ano: 2014
Autor: Tim Tharp
Editora: Record
Livro único
Páginas: 317
Minha nota: 3

Sinopse

Sutter Keely é O Cara, o rei das festas. Porém, diferente dos amigos adolescentes, não está preocupado com o futuro, está mais interessado em viver o agora. Com um 7Up batizado nas mãos ele está pronto para qualquer coisa. Mas nem tudo anda bem para ele. Vive discutindo com a mãe, o pai há anos não dá notícias, e sua namorada Canssidy lhe deu um pé na bunda. Em meio a esse caos, a doce Aimee pode despertar Sutter para outra realidade. E, pela primeira vez, ele tem o poder de fazer a diferença na vida de alguém, ou de arruiná-la para sempre. O livro que deu origem ao filme.

Resenha

Sutter Kelly é o personagem principal. É o carinha popular da escola, amigo de todo mundo, aquele que tem histórias de todas as situações e com quase todo mundo, de quem todos riem e que é indispensável em uma festa, justamente por animar a galera. Com seu melhor amigo Ricky ele bebe e fuma em qualquer horário. Por seu comportamento infantil, várias namoradas o deixam, uma após a outra, todas pelos mesmos motivos.

Sua família é complicada, seu pai saiu de casa quando ele ainda era criancinha e sua mãe se casou novamente. Ele odeia o padrasto, já que ele vive pegando no pé dele e tentando induzir sua mãe a manda-lo para uma escola militar. Na verdade todos pegam no pé dele, simplesmente por que ele tem sempre ao seu lado um refrigerante “batizado” com wísque e é extremamente irresponsável. Ele não presta atenção, não leva nada a sério, seja na escola, no trabalho ou com a sua namorada, que após ter dado uma ultima chance, foi decepcionada. Mas ele sempre tem desculpas mentais para tudo, o que faz com que ele se senta melhor e sem culpa, então ele vai deixando tudo de lado… E para ele esta sempre tudo ótimo. Ele só se da conta que perdeu sua namorada Canssidy, de quem ele realmente acreditava gostar, quando lhe vê no outro dia (após o término) “dando uns amassos” em um cara em uma festa. – EITA! – Depois de beber muito ele acorda em um quintal com uma menina lhe olhando… O nome dela é Aimme Finecky. A menina doce, inteligente e sem graça que ele nunca notou na escola. Porém, os dois começam há passar um tempo juntos e a viver experiências boas e ruins, aprendendo um com o outro. Será que Aimme consegue lhe mudar ou será que Sutter a faz mudar?

Para por aqui, ou então vou contar o livro todo! rsrs

Kit editora Record de lançamento do livro O maravilhoso agoraKit Editora Record para lançamento do livro O maravilhoso agora.

Minhas considerações  CUIDADO SPOILER ♦

Eu comprei o livro porque achei a capa bonita e o título me atraiu. É um livro bem leve e por ser narrado na primeira pessoa, você sente que o Sutter está te contando mais uma das histórias dele. Rs.

Quando o li, havia acabado de ler uma saga de distopia de quatro livros, então foi uma leitura perfeita para uma ressaca literária. O livro é aquele romance Landon e Jamie (de Um amor para recordar, não o casal do livro, mas do filme, sem a parte do câncer), entretanto, Sutter não pensa em mudar e faz de tudo para não crescer. O final do livro me deixou pensativa, já que parece ter faltado algumas páginas, mas o legal é que você pode imaginar que fim Sutter quis ter em seu maravilhoso agora. Ser como o pai? Aceitar de tem que crescer? Ir para a faculdade? Continuar o moleque que todos acham um bobalhão?

Foi uma leitura rápida e mesmo a história sendo clichê, eu gostei! E indico!

Minhas frases sublinhadas

“Você é mesmo um idiota, mas é o meu idiota” pag 22

“Não importa se é real. Quando se trata de sonhos, nunca importa. Eles não passam de boias salva-vidas a que se agarrar para não morrer afogado. A vida é um oceano, e quase todo mundo esta agarrado a um tipo de sonho para se manter na superfície” pag 189

“Adeus, eu digo, adeus, enquanto desapareço pouco a pouco no meio do meu próprio maravilhoso agora.” Pag 317

10547233_1113729331975165_1625164033_n.jpg

Sobre a adaptação cinematográfica

A essência é a mesma, a ordem das coisas mudam, a Aimme parece mais bobinha em alguns momentos e mais esperta em outros, do que ela realmente é. Rs. Alguns fatos sobre eles que eu considero importantes não são citados no filme, mas não vou reclamar, porquê já entendi que filmes são adaptações! Rsrs

No filme, o Sutter é o mesmo cara irresponsável. O legal foi que eles deram um final para a história e um inicio de verdade para o romance de Sutter e Aimme.

Quem faz a Aimme é a Shailene Woodley (a Hanzel de A culpa é das estrelas) o Sutter eu tinha imaginado mas bonito, quem faz ele é o Miles Teller (que faz o Peter Hayes na série Divergente), mas tudo bem.

Fico por aqui.

Mil beijos
FullSizeRender (26)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s