Perigosa Amizade 2 – Pais e filhos (Gisela Barcelar)

“É preciso amar as pessoas / Como se não houvesse amanhã / Porque se você parar pra pensar / Na verdade não há” – Pais e filhos; Legião Urbana 

Livro: Perigosa Amizade 2 – Pais e filhos
Autora: 
Gisela Bacelar
Gênero: Ficção adolescente
Editora: Clube de autores
Ano: 2015
Páginas: 172
Minha nota: 5

Sinopse

“Você não entende os seus pais… Até que você cresce e se torna o reflexo deles.”

Perigosa Amizade – Pais & Filhos – é uma continuação do primeiro volume da história – Amigas para Sempre. – com os mesmos jovens problemáticos e hilariantes prontos para te viciar na história deles.

“Nem sempre os filhos são os que os pais esperam ser. Há tantas mascaras que camuflam sua verdadeira essência. Não há culpados, embora o castigo maior caía sobre o ombro de quem os cria. Estamos sujeitos a erros, uns razoáveis, alguns mais graves, e outros irreversíveis.”

FullSizeRender (26)

Resenha Mundo Sublinhado

OBS.: Em perigosa amizade 2 temos a continuação do primeiro livro, para entender você tem que lê-los na sequencia. A continuação, porém, tem foco não apenas nos jovens, mas também nos relacionamentos filhos/pais (daí o título “Perigosa Amizade PAIS E FILHOS”).

Neste livro conhecemos mais os pais de cada um dos personagens. Nos deparamos com pais que parecem não estar interessados em seus filhos, mas só parece mesmo (me emocionei com a cena entre Angélica e a mãe dela diante de uma adversidade), daí você vê brigas entre pais e filhos que antes você nunca imaginaria e o pior, você participa da perda de uma pessoa muito importante para um personagem. Em todos estes momentos Gisela consegue demostrar a dor, o sofrimento e a angustia dos nossos pequenos desbravadores do mundo.

A adolescência não é fácil, é um momento que você está se descobrindo e descobrindo um mundo gigante que tem várias armadilhas que aos poucos podem lhe engolir. Esse livro me fez perceber que enquanto eu vivia uma vida como a da Sara (escola, biblioteca, livro e um namorado legal), meus colegas de escola estavam passando por situações horríveis.

No livro nos deparamos com uma homossexualidade recém descoberta, uma gravidez indesejada na adolescência, conflitos amorosos, o tabu da virgindade, uso de drogas, bebedeiras, festas e principalmente…Conflitos pessoais.

Novos personagens surgem, com seus dramas pessoais e seus corações abertos (como o Thiago ♥), outros são irritantes como a prima do Gee (nem gravei o nome dela, para mim ela é “A INSUPORTÀVEL”. Brincadeira é a Alice. Eu acho rs), outras chegam para mostrar que não mandamos nos nossos corações (Nicole).

Finalmente descobri o que leva Roberta “ao fim do poço” e entendi o que aconteceu. Em alguns momentos concordei com o Matt (ele continua sendo o meu preferido forever), Roberta era influenciável de mais, uma menina burra que se deixava levar. Em outros momentos eu a via como uma menina que sabia se impor, que sabia até onde iria e o que queria, mas em outros momentos ela voltava a me decepcionar, pois, por mais que o livro 1 tenha começado narrando a desgraça dela, eu me apeguei e não queria que nada daquilo acontecesse com ela. Em outros momentos eu lhe via apenas como uma adolescente, ingênua com cede de descobrir o mundo.

FullSizeRender (27)

Minhas considerações

No livro anterior ficamos com uma grande dúvida sobre o que acontecia para que Roberta desse um giro de 180º em sua vida – infelizmente de uma maneira negativa – neste livro descobrimos o que aconteceu, (e por mais que eu queira ler o terceiro livro que ainda não tem previsão) minha curiosidade agora conseguirá esperar.

Tudo que acontece em PA só me lembra que a adolescência era uma fase de muitas incertezas, mais também de descobertas. Me lembrei de como é a sensação de beijar pela primeira vez um amor verdadeiro, do frio que isso dá na barriga, do medo e da idealização de quando/como/com-quem você vai perder a virgindade, de como é pegar o primeiro porre (o meu foi recente, mas me lembrei da experiência e vi com outros olhos, olhos mais cômicos haha), de como é ter irmãos, de como é estar em uma família feliz, de como é quando decepcionamos nossos pais, ou quando eles nos decepcionam… pensei em mim, em minhas amigas, na vida que levo e no que sou, no que minha adolescência e meu ciclo de amizades e influenciadores me levou a ser e o que eu deixei de fazer . Posso dizer que apesar dos pesares, eles viveram muito e se morrerem todos no livro 3 (Gisela, isso é só uma expressão, por favor, não mate ninguém!!! Rs) eles vão ter vivido mais que a maioria de nós, mais do que eu, todos eles foram intensos!

Perigosa Amizade é um drama adolescente e o que mais me chamou atenção nele é que descreve exatamente uma turminha que poderia ser a minha ou a sua. Poderia ser eu ou você a que ficou drogada, a que foi estuprada, a que ficou grávida, ou simplesmente a que se apaixonou novamente… Perigosa Amizade conta a nossa história. Eu me encontrei lendo o livro, e sei que você também vai se encontrar.

FullSizeRender (29)

Reflexão

Após terminar o livro só penso na famosa frase de Jean Jacques Rousseau  “o homem nasce puro, a sociedade o corrompe” e na citação bíblica de 1º Coríntios 15:33 “não vos deixeis enganar, más companhias estragam hábitos úteis”. Sei que Roberta se afastou de todos que poderiam tê-la ajudado, mas as companhias que ela tinha definiram suas atitudes no momento de crise. O livro mostra que realmente somo o produto de nossas amizades.

Nota da resenhista

O que mais gosto de PA é que a Gisela tem praticamente a minha idade e por ter muita força de vontade escreveu e publicou dois livros de maneira independente, ela é forte, destemida e eu a admiro como autora, pois percorreu um caminho muito difícil e mesmo assim nos brindou com o nosso “Gossip Girl de Sampa” haha, ela não se esqueceu de como é ter sonhos. E eu quero ver Perigosa Amizade na Bienal de 2016, eu quero!!

FullSizeRender (28)

Minhas frases sublinhadas (são muitas…)

“Ninguém pode ficar sozinho por ser diferente, a beleza está no que nos torna diferentes” – pag 68

“Algumas vezes, os adultos não sabem lidar com as dificuldades e fogem com medo”. – pag 127

“Crianças eram puro amor. Uma pena que o mundo as transformasse”. – pag 198

“Eu não sou fácil, apenas vivo. Quando ficar velha quer ter experiências ou remorso pelo que podia ter feito¿!” – pag 241

“Ninguém sabe lidar perfeitamente com o amor”. – pag 265

“[…] o amanhã pode ser tarde e não existir”. – pag 281

“Platão achava que o amor era uma doença mental… Ele devia estar dert, eu devo estar doente”. – pag 297

“Algumas desilusões são necessárias para que possamos amadurecer”. – pag 302

Espero que vocês gostem da leitura. Quem já tiver lido ou quem tiver vontade de ler, conta aqui nos comentário para a gente. E que venha a Bienal e que venha o Perigosa Amizade 3!!!!

Redes sociais da obra

Facebook  Instagram ♦ Blog  Skoob

Comprar on-line

Adquira o seu exemplar

Mil beijos
FullSizeRender (26).jpg

Um comentário sobre “Perigosa Amizade 2 – Pais e filhos (Gisela Barcelar)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s