Fazendo meu filme 3: O roteiro inesperado de Fani (Paula Pimenta)

“É inacreditável e maravilhoso o modo como Paula descreve a vida de Fani após sua volta ao Brasil. O sentimento de que as pessoas estão te rejeitando… tudo é descrito com extrema emoção.”

Livro: Fazendo meu filme 3: O roteiro inesperado de Fani
Autora: Paula Pimenta
Editora: Gutenberg
Número de páginas: 418
Ano: 2010
Minha nota: 5 – favorito

Sinopse

Um turbilhão de sentimentos e emoções. Assim podemos definir o terceiro volume de Fazendo meu filme. No mais intenso livro da consagrada série, Fani, agora com 18 anos, volta da terra da rainha mais segura, mais madura, e logo se dá conta de que já não é mais a menina que viajou para a Inglaterra, cheia de anseios e temores. Agora, as expectativas estão voltadas para o vestibular e o tão sonhado namoro com Leo. Mas, como em um bom filme, sua vida é cheia de surpresas, alegrias, decepções e conflitos. Estefânia Castelino Belluz terá de fazer escolhas difíceis e corajosas.

Seja em confusões no namoro, nas dúvidas do vestibular, nas relações com a família ou com as amigas, Fani passa por várias novas experiências e continua a fazer o seu filme, por caminhos às vezes cheios de romance e felicidade, às vezes duros e nebulosos.

A envolvente série, que já conquistou milhares de leitores e leitoras em todo o Brasil, promete, neste terceiro livro, muito mais emoções. E o comovente filme de Fani continua a ser escrito…

fmf-31

Resenha Mundo Sublinhado

Fani acaba de voltar para o Brasil, e espera encontrar tudo e todos iguais… Mas ela estava enganada. Suas amigas não lhe tratam mais da mesma forma, seus pais estão mais rígidos, e sua vida é completamente diferente da vida na Inglaterra.

Atrasada nos estudos, Fani tem de fazer um cursinho para se preparar para os vestibulares – aos quais ela está tremendamente nervosa -, e em meio a tudo isso, seus sentimentos conflitantes a respeito de Leo voltam à tona. Com o namoro dos dois, a mãe de Fani fica preocupada com o futuro da filha, e lhe impõe condições, dentro delas estudar Direito. Mas isso não é o que Fani deseja – seu sonho é ser cineasta – então seu pai lhe propõe uma ideia, que acaba por dar certo.

Quando tudo está tranquilo, no seu devido lugar e a vida de Fani parece, finalmente, ter entrado nos eixos, milhares de problemas começam a aparecer. Fani tem de ajudar uma amiga que sofreu uma grande perda, outra que passou por desentendimentos amoros, e com ela mesma, que está sendo julgada por algo que não fez. Muito menos quis.

Minhas considerações

Definitivamente, entre os quatro volumes da série Fazendo meu filme, este é o que mais possui confusão, o que mais atrai os leitores.

Quando tudo está perfeito, quando – até que enfim – o casal protagonista consegue ficar junto, o namoro está andando muito bem, Fani está feliz e recebe milhares de cartinhas e presentinhos fofos… uma – ou melhor, várias – coisas acontecem. Mudando totalmente o rumo da história.

Paula escreveu este livro como todos os outros: com maestria e um poder inexplicável de atrair toda e qualquer atenção do leitor, deixando-nos ávidos para saber o que ocorrerá no desfecho, mas, este livro veio com algo que os outros dois não tiveram: o namoro de Fani e Leo, onde ambos finalmente, ficam juntos. Mas não por muito tempo.

É inacreditável e maravilhoso o modo como Paula descreve a vida de Fani após sua volta ao Brasil. O sentimento de que as pessoas estão te rejeitando… tudo é descrito com extrema emoção.

Cinco estrelinhas!

diversos (1367) (cópia)

Minhas frases sublinhadas

“Aquela menininha que você conhecia não teria dado conta… Ela não teria suportado tanta dor. Ela teve que crescer.”

Somos nós que resolvemos como a nossa vida vai ser. Algumas já estão marcadas, mas nós temos o poder de mudar quase tudo, de reconstruir, de fazer a ”viagem” com quem e como preferirmos.” página 206.

“O destino pode ser cruel, como a sua cartomante disse. O amanhã pode não existir como escrevem os poetas. O mundo pode até acabar como os cientistas prevêem. Mas nada vai ter força de apagar o meu sentimento. Você pode ir pra longe, se esconder, sumir. Mas eu vou continuar te amando. Para sempre.” página 341.

Cada batida do meu coração tem o seu nome.” página 343.

Conferira a resenha de Fazendo meu filme 1; Fazendo meu filme 2

Para acompanhar  a série e a autora Paula Pimenta nas redes sociais:

Site Paula Pimenta    Facebook   Skoob    Instagram Paula Pimenta

Beijinhos, Gaby

 

FullSizeRender (24)

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s