Todo garoto tem (Meg Cabot)

Esse é o terceiro volume da série Garoto de Meg Cabot, contando com a repetição de alguns personagens dos livros anteriores na função de personagens coadjuvantes. Um romance leve, divertido e apaixonante!

Livro: Todo garoto tem
Autor: Meg Cabot
Editora: Record
Número de páginas: 380
Ano: 2008
Nota do Skoob: 4
Minha nota: 5

Sinopse

Essa era uma viagem que tinha tudo para dar certo: Holly e Mark decidem fugir para se casar numa villa do interior da Itália, tentando evitar o stress causado pela diferença de religião entre suas famílias. Para acompanhá-los como madrinha, dama de honra e melhor amiga da noiva, a cartunista Jane Harris, uma mulher divertida e engraçada que mal pode esperar pela sua primeira viagem ao exterior. Mas é claro que Mark também convidou o seu melhor amigo, o jornalista internacional Cal Langdon, que passou os últimos anos em campos de guerra, plataformas de petróleo e outros lugares inóspitos.

Já no aeroporto, Jane e Cal sofrem de total ódio à primeira vista, e qualquer tentativa de aproximá-los parece ser totalmente inútil: enquanto Jane acha o jornalista um chato terrível, um cínico que não acredita em amor e nem ao menos conhece o personagem de quadrinhos criado por ela, a impressão que Cal tem da cartunista é a de uma mulher ligeiramente maluca para quem o fato mais impressionante a respeito do Coliseu é que Britney Spears gravou um comercial lá.

Mas o que ninguém esperava era que somente esses dois pudessem salvar o casamento de seus melhores amigos. E, nessa inesperada união entre opostos, Cal e Jane acabam por descobrir que, mesmo que não pareça, existe algo que todo garoto tem.

IMG_20160328_180408_425

Resenha Mundo Sublinhado

Esse é o terceiro volume da série Garoto de Meg Cabot, contando com a repetição de alguns personagens dos livros anteriores na função de personagens coadjuvantes.

Holly Caputo e Mark Levine vão à Itália para casarem-se secretamente, pois nenhum deles têm o apoio dos pais como um casal. E para embarcar junto a eles nessa aventura levam consigo os seus padrinhos Cal Langdon — jornalista — e Jane Harris — cartunista.
Cal é o melhor amigo de Mark e Jane a melhor amiga de Holly. No entanto, no momento em que Jane e Cal se conhecem o que mais querem é distância um do outro. Ele é bossal e ela é um tanto louca (afinal, na visão dele, toda artista é meio estranha).

Os quatro vão para a cidade Le Marche na casa do tio de Holly. Lá conhecem Frau Schumacher e seu sobrinho, Peter — que é o maior fã de Wondercat (personagem dos quadrinhos criado por Jane Harris).

Um imprevisto no casamento de Holly e Mark acontece e Jane e Cal terão que deixar de lado sua inimizade para salvar a união dos amigos. Diante desses acontecimentos Jane descobrirá que Cal também tem o que todo garoto tem (na verdade é algo que todo ser humano tem).

Um romance leve, divertido e apaixonante!

IMG_20160328_180408_434

Minhas considerações

Meg mais uma vez escreveu um livro maravilhoso!
Adorei essa história desde as primeiras páginas.

Todos os personagens são muito engraçados, a construção dos trechos de diário de bordo, e-mails, cardápios, notas fiscais, foram mais uma vez muito boas, assim como no primeiro e segundo livro da série.

Holly e Mark vivem uma realidade com suas famílias que só mesmo o amor que sentem um pelo outro que os fazem superar tudo isso.
Jane e Cal realmente não são pessoas parecidas, mas a paixão e o amor fez com que eles fiquem perfeitos juntos, apesar das diferenças.

Adorei o livro, mas não posso deixar de falar que o final me decepcionou. Não os fatos que aconteceram no final — isso eu amei — mas o que não gostei foram as palavras finais, confesso que esperava mais, visto que adorei os finais dos dois volumes anteriores.

Mas isso não tira o brilho do livro, que eu super indicado!

IMG_20160328_180408_415

Minhas frases sublinhadas

“P.S. Alguém já disse para você que fica meio fofa quando está brava?”

““Ela me odeia”, admiti, tristonho. “Não, não odeia”, a Grazi foi bem gentil de dizer. “Se odiasse, não teria empurrado você para dentro da piscina quando me viu.”

“E o negócio é que eu quero me casar algum dia. Quero sim. Quero mesmo. Quero o buquê e o tapete vermelho e o vestido e o véu e o meu pai choroso e as daminhas e até que a morte nos separe.”

“Mas e se eu nunca encontrá-lo? Ou e se eu já encontrei, e estraguei tudo de alguma maneira? Não seria assim tão improvável, já que eu costumo estragar tudo mesmo.”

IMG_20160328_180408_401

Essa foi a terceira e última resenha desta série, se você quiser ler as outras resenhas, é só clicar nos links a seguir.

O garoto da casa ao lado – 1º livro da série Garotos
Garoto encontra garota – 2º livro da série Garotos

beiJU
FullSizeRender (20)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s