Fazendo meu filme 1: A estreia de Fani (Paula Pimenta)

“[…] o fascinante universo de uma menina cheia de expectativas, que vive a dúvida entre continuar sua rotina, com seus amigos, familiares, estudos e seu inesperado novo amor, ou se aventurar em outro país e mergulhar num mundo cheio de novas possibilidades.”

Livro: Fazendo meu filme 1: A estreia de Fani
Autora: Paula Pimenta
Editora: Gutenberg
Número de páginas: 331
Ano: 2008
Nota Skoob: 4.5
Minha nota: 5 – favorito

Sinopse

Fazendo meu filme 1: a estreia de Fani é um livro encantador, daqueles que lemos compulsivamente e, quando terminamos, sentimos saudades. Não há como não se envolver com Fani, suas descobertas e seus anseios, típicos da adolescência. Uma história bem-humorada e divertida que conquista o leitor a cada página.

Seja a relação com a família, consigo mesma e com o mundo; seja a convivência com as amigas, na escola e nas festas; seja a relação com seu melhor amigo e confidente. Tudo muda na vida de Estefânia quando surge a oportunidade de fazer um intercâmbio e morar um ano em outro país. As reveladoras conversas por telefone ou pela internet e os constantes bilhetinhos durante a aula passam a ter outro assunto: a viagem que se aproxima.

É disto que se trata este livro: o fascinante universo de uma menina cheia de expectativas, que vive a dúvida entre continuar sua rotina, com seus amigos, familiares, estudos e seu inesperado novo amor, ou se aventurar em outro país e mergulhar num mundo cheio de novas possibilidades.

As melhores cenas da vida de Fani podem ainda estar por vir…

pimenta2.jpg

Resenha Mundo Sublinhado

Fani é uma adolescente que leva uma vida comum, no interior de Belo Horizonte. Tem dois melhores amigos, Gabi e Leo, sonha em ser cineasta e está cursando o segundo ano do ensino médio.

Mas tudo muda drasticamente quando ela tem a oportunidade de morar em outro país por um ano. Ela faz a prova, certa de que não irá passar, e enquanto aguarda pelo resultado, acaba percebendo que tudo e todos estão mudados.

Seu amigo Leo a trata de forma diferente, se mantem mais afastado. E todas as suas colegas insistem em dizer que isso é porque ele a ama. Mas Fani não acredita nisso, eles são amigos. Apenas amigos. Porém, se eles são apenas amigos, porque Fani está sofrendo tanto pelo afastamento repentino dele? Será possível que Fani esteja se apaixonando pelo seu melhor amigo?

A vida antes comum de Fani, está agora uma bagunça, e tudo parece um quebra-cabeça fora do lugar.

img_8671

Minhas considerações

Comprei esta série apenas por curiosidade. Eu já havia lido um livro da Paula e admirei muito sua escrita juvenil, espontânea e bem-humorada. Mas nunca me passou pela cabeça que esta série entraria para a minha listinha de melhores livros lidos no ano (Assim como a personagem Fani tem sua listinha de melhores filmes, eu tenho a minha de melhores livros hahah).

Foi “amor à primeira vista”. Logo nos dois primeiros capítulos já me identifiquei totalmente com a protagonista:

“Não sei quem sancionou essa lei de que meninas de 16 anos são obrigadas a sair todos os dias no final de semana. Se eu estou a fim de ficar em casa, com meus DVDs, meus livros ou simplesmente fazendo nada, a minha família já pergunta se estou doente. Pior do que isso. Passam-se cinco minutos e as minhas amigas começam a aparecer ou telefonar, como se o fato de eu ter dito que queria ficar em casa tivesse sido uma espécie de brincadeira.” – página 13.

“Tá, eu não sou antissocial, nem tenho nenhum destes desvios comportamentais de que a Veja vive falando, mas tem hora que sair cansa, né? (…) Prefiro sinceramente ficar no meu quarto, meu castelinho encantado, com meus livros, DVDs, computador…” – página 16.

Só esses dois capítulos e a Paula já ganhou TODA a minha atenção.

Acredito que sejam poucos os adultos que gostariam de ler essa série. Apenas aqueles de que realmente gostam dos amores conflitantes juvenis e dos sentimentos e emoções que os personagens adolescentes nos transmitem vão gostar. Esta série, definitivamente, foi feita para nós, adolescentes. Eu, por exemplo, me identifiquei diversas vezes com a personagem Gabi (Como se já não bastasse termos o mesmo nome heheh).

O romance delicado, fofo e incerto pelo qual a autora nos leva é cheio de surpresas doces e aquele gostinho de “quero mais”. Definitivamente, um livro que precisa ir para a prateleira dos favoritos!

Minhas frases sublinhadas

“Ele queria só o bem dela. Ele queria que ela fosse tão feliz quanto o fazia.” – página 321.

“Aquilo era só o trailer. Agora era que o filme realmente iria começar” – página 329.

“Hoje eu sei que nenhum filme é melhor que a própria vida.” – página 331.

Outros livros da série

a62b9a_bd0938ef533a4ad98dd79805cc938705.jpg

Para acompanhar  a série e a autora Paula Pimenta nas redes sociais:

Site Paula Pimenta  ♥  Facebook  ♥  Skoob  ♥  Instagram Paula Pimenta

beijinhos
FullSizeRender (24)

3 comentários sobre “Fazendo meu filme 1: A estreia de Fani (Paula Pimenta)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s