O Guia do Herói para Salvar o seu Reino (Chistopher Healy)

O livro é repleto de piadinhas clichês mas, se você embarcar na história como se fosse uma criança outra vez, achará graça nelas e rirá muito, assim como eu. O desfecho me surpreendeu muito e me fez rir ainda mais. Esta é uma história que indico à pessoas como eu, que amam os contos de fadas, ainda mais este livro, que conta os contos sobre o ponto de vista dos príncipes.

Livro: O Guia do Herói para Salvar o seu Reino
Título original: The Hero’s Guide to Saving Your Kingdom
Sequência: O guia do herói para invadir o castelo
Autor: Chistopher Healy
Editora: Venus
Número de páginas: 358
Ano: 2013
Nota Skoob: 4.2
Minha nota: 4.3

Sinopse

Quatro príncipes imperfeitos.
Cinco princesas audaciosas.
Uma aventura hilária e inesquecível.

Príncipe Liam. Príncipe Frederico. Príncipe Duncan. Príncipe Gustavo. Você nunca ouviu falar deles, certo? Estes são os príncipes que salvaram a Bela Adormecida, a Cinderela, a Branca de Neve e a Rapunzel, e mesmo assim, graças aos bardos preguiçosos que escreveram os contos, você provavelmente só os conhece como ”Príncipe Encantado”. Mas isso está prestes a mudar.

Rejeitados pelas princesas e expulsos de seus castelos, Liam, Frederico, Duncan e Gustavo se deparam com uma trama diabólica que pode colocar seus reinos em perigo. Agora, cabe a eles vencer todos os obstáculos, derrotar trolls, bandidos, dragões, bruxas e outros perigos para se tornar os heróis que ninguém imaginou que eles poderiam ser.

Christopher Healy nos conduz por uma jornada com quatro príncipes imperfeitos e suas princesas improváveis, em um mundo onde nada é o que parece ser – nem mesmo nossos clássicos contos de fadas.

Resenha Mundo Sublinhado

Liam é o príncipe da Bela Adormecida (Rosa), Gustavo é o príncipe da Rapunzel, Frederico o príncipe da Cinderela (Ella) e Duncan o príncipe da Branca de Neve.

Cada um possui a sua história, que lá para o meio do livro, se entrelaçam: Frederico vai atrás de sua noiva, Ella, pois acredita que ela foi capturada por uma bruxa com planos malígnos. No caminho ele se depara com Gustavo, o ex-noivo da Rapunzel e conta-lhe sobre todo o ocorrido, assim, os dois partem juntos para salvar a princesa da malvada bruxa Zaubera.

A dupla dá de cara com Liam, que fugiu de seu reino, já que seu povo o odeia, em busca de uma aventura que lhe trouxesse honra e glória. Assim, forma-se o trio. Eles acabam descobrindo que não é somente a princesa que está mantida presa na torre da bruxa: os bardos de todos os reinos também. Enquanto isso Duncan sai para passear e conhece os outros três príncipes e, sem nem mesmo a aprovação deles, entra para o grupo.

Durante a jornada eles lutam contra trolls, bruxas malvadas, gigantes bonzinhos, dragões enfurecidos e, claro, contra as suas teimosas e audaciosas princesas.

Minhas considerações

Li este livro quando tinha apenas dez anos, e foi o primeiro livro ”livro” que eu li. Comprei ele quando estava indo viajar e passei o tempo todo lendo-o. Apesar de na época ser bem lenta nas leituras, eu o ”devorei”.

A história é bem infantil e isso ajudou para que eu o amasse na época, porém, acho que por ter sido meu primeiro livro o meu amor por ele é algo inexplicável, inestimável.

As personagens são hilárias e conforme vamos conhecendo-as melhor, nos apegamos muito a elas.

Os príncipes: Liam é o típico príncipezinho encantado, é corajoso e quer ter o máximo de glória e honra possível. Gustavo é um brutamontes orgulhoso e que, à primeira vista, pode parecer insensível, mas não se engane, ele tem um ótimo coração que não é de pedra como aparenta. Frederico é muito medroso e fresquinho. Duncan – meu personagem preferido – é sonhador e acredita que tem muita sorte e, por vezes, acaba atrapalhando e metendo o grupo em encrenca apenas por pensar que a sorte está sempre ao seu lado.

As princesas: Ella (Cinderela) é muito corajosa, sonhadora e aventureira. Rosa (Bela Adormecida) é uma princesa muito mimada e irritante. Rapunzel é gentil e delicada. Branca de Neve prefere morar na floresta fazendo companhia aos animais, ao invés de ficar com pessoas.

O livro é repleto de piadinhas clichês mas, se você embarcar na história como se fosse uma criança outra vez, achará graça nelas e rirá muito, assim como eu. O desfecho me surpreendeu muito e me fez rir ainda mais. Esta é uma história que indico à pessoas como eu, que amam os contos de fadas, ainda mais este livro, que conta os contos sobre o ponto de vista dos príncipes.

Minhas frases sublinhadas

”Se havia uma coisa que Liam, Duncan, Gustavo e Frederico tinham em comum era que nenhum deles gostava de ser chamado de Príncipe Encantado. Foi o ódio que sentiam por esse nome que os uniu.” página 12.

”Branca de Neve era uma princesa e estava se casando com um príncipe, por isso é de se imaginar que o casamento fora um mega evento, certo? Mas não apareceu quase ninguém.” página 99.

”Acho que contribuir para um trabalho literário esteja muito mais de acordo com meu estilo do que invadir a fortaleza de uma bruxa.” Frederico, página 355.

Espero que vocês gostem, até semana que vem.

Gaby Alievy

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s