Boston Boys (Giulia Pain)

A História tem uma vilã, uma super stalker, uma mocinha, um cavalheiro (que nem sempre é tão cavalheiro assim), os amigos do cavalheiro que são dois figurões, uma mini princesinha e muito mais. O livro me lembrou minha adolescência, me fez rir bastante e torcer para que duas pessoas dessem certo, mas acho que terei que aguardar o próximo livro – buá buá buá.

Livro: Boston Boys
Autora: Giulia Pain
Ano: 2014
Gênero: infantojuvenil
Editora: 5W
Nota Skoob: 4.3
Minha nota: 4

Sinopse

Boston Boys conta a história de Ronnie Adams, uma garota responsável e pé no chão, que vive em Boston desde que nasceu. Sua vida vira de cabeça para baixo quando ela descobre que sua mãe, uma analista de sistemas, resolve mudar radicalmente de emprego: torna-se produtora do programa de TV Boston Boys, uma série de sucesso que mostra a vida perfeita de três integrantes de uma boyband americana, que é o último programa que Ronnie gastará seu tempo para assistir. Para lhe trazer ainda mais dor de cabeça, Mason McDougal vocalista da banda e protagonista da série vai morar com ela e sua família por motivos que ela desconhece.

A convivência diária com um astro de TV egocêntrico e implicante é difícil para Ronnie e piora ainda mais quando ela tem que lidar com os outros dois atores do programa: Henry e Ryan. Além deles, surge um fã louca e perseguidora que parece rastreá-la a cada passo.

Ronnie vive altas aventuras com os garotos uma viagem internacional, uma guerra cibernética de boatos para uma revista, seu ódio pelas meninas de sua escola, as picaretagens de produtores e até uma possível separação da banda. Apesar de tudo, ela cria um vínculo com este universo glamoroso que achava nunca ser possível.

Resenha Mundo Sublinhado

Veronica Adams ou Ronnie, como é mais conhecida, é uma adolescente normal, que vive uma vida normal com a mãe – Susan e a irmã – Mary, até o dia em que descobre que a mãe dela agora é produtora de um programa de TV, mas não é qualquer programa, é “O” programa Boston Boys, o programa preferido de todas as adolescentes… Todas menos Ronnie.

Até Mary, que tem dez anos, é louca pela banda. É ai que os problemas da Ronnir começam, pois, toda vez que Mary assiste um episódio ou escuta descontroladamente as músicas dos Boston Boys, Ronnie vai a loucura!

Mas felizmente ou infelizmente (depende do ponto de vista) eles começam a gravar na cidade onde Ronnie morra. Os Boys Henry e Ryan se mudam com suas famílias, mas Mason não tendo para onde ir vai morar na casa da Ronnie. E enquanto todas as garotas da cidade estão mega felizes, ela claramente acha aquilo tudo desnecessário e irritante, claramente ela é a única garota no mundo que não gosta dos Boston Boys, e ainda assim, é a sortuda que mora com um deles, isso só faz ela ser mais odiada.

Ronnie já não suportava todas as pessoas – incluindo sua melhor amiga – falando neles, agora teria que conviver com tudo aquilo literalmente dentro da vida dela. Ainda tem o fato de ter que conviver com as fãs alucinadas e as modelos alucinadas também. E para piorar o Mason é um folgado, mas daqueles beeeem folgados mesmo!

Sendo tão trágico, tudo isso virou cômico e eu dei boas risadas todas as vezes que a Ronnie ou a turminha se metia em alguma confusão.

Eles foram a bailes, aniversários, fizeram viagens e Ronnie até deu uma de dublê – kkkkkk. Eles passaram por muitas coisas e muitos sentimentos novos surgiram enquanto os personagens conheciam e se descobriam no contexto social e pessoal.

Minhas considerações

Tenho que começar dizendo que preciso da continuação, por um simples motivo, que infelizmente não posso dizer para vocês para não dar spoiler, mas preciso! Rs

Logo no começo eu achei a Ronnie chata, e ela é mesmo, mas a maneira como a Giulia Paim narra a história me fez amar a Ronnie, mesmo ela sendo uma malinha as vezes. O Mason também é chatinho, mas eu adorei as coisas que ele aprontou com a Ronnie, eu morri de rir, principalmente das conversas irônicas que eles tinham um com o outro ou de quando eles aprontavam um com o outro.

“- Ronnie, por que não dança com o Mason agora? – Karen
– O quê? Eu não sei dançar… – Ronnie
– Não sabe mesmo. Parecia uma boneca de pano doida. – Mason” – pag 66

Algo que me deixou bastante tocada foi a tentativa de reconciliação familiar entre um dos integrantes da Boston Boys e o pai, onde Ronnie foi fundamental. Essa foi uma parte linda, onde eu me emocionei bastante.

O livro me lembrou minha adolescência, me fez rir bastante e torcer para que duas pessoas dessem certo, mas acho que terei que aguardar o próximo livro – buá buá buá.

A História tem uma vilã, uma super stalker, uma mocinha, um cavalheiro (que nem sempre é tão cavalheiro assim), os amigos do cavalheiro que são dois figurões, uma mini princesinha e muito mais.

Boston Boys é um conto de fadas moderno, para princesas contemporâneas.

Gostei da leitura e espero que vocês também gostem!

Sobre o livro

O livro é lindo, fazia algum tempo que eu havia visto um livro nacional tão lindo quanto Boston Boys. Ele tem, além de uma capa linda, acabamento perfeito, diagramação perfeita. Não vi nenhum erro de gramática ou ortografia, o tamanho das letras é ideal para uma boa leitura. Quando eu o folheei pela primeira vez, percebi que cada detalhe dele foi feito com muito amor.

Minhas frases sublinhadas

[…] sou a única garota no mundo que pensa desse jeito. Então eu sou a ovelha negra, a errada, conhecida como “a diferente”. – pag 9

“Agora não tinha mais dúvidas. Para ele, com certezaela não era mais uma simples fã, e, para ela, ele não era mais um simples ídolo. – pag 126

– Falou a senhora irritadinha. Só com a Karen mesmo que você controla sua TPM constante. Agora comigo já é outra história…
– É porque você me irrita em níveis astronômicos! Por sua causa eu já considerei fazer terapia varias vezes. – Pag 229

“Só o conhecia há quase cinco meses! E nesse pequeno espaço de tempo ele já conseguira dar um nó na minha cabeça!” – pag 230

“Você são sabe como é a sensação de perder alguém da família assim da noite pro dia… Se qualquer coisa acontecesse com ele, você não se arrependeria de não ter acertado as contas¿” – pag 285

“ – Não entendo por que você faz isso. Finge que tá tudo bem, pra depois ficar se remoendo sozinha.” – pag 285

“As vezes é bom ser uma pessoa facilmente esquecível.” – pag 290

Boston Boys no Skoob

Site Giulia Paim

Onde comprar:

Americanas.com R$ 22,33

Submarino.com R$ 25,90

Amazon.com de R$ 34,90 por R$ 20,00

Boston Boys é um conto de fadas moderno, para princesas reais. Um romance adolescente trágico e cômico que lhe renderá vários risos.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s