Por lugares incríveis (Jennifer Niven)

Para todas as pessoas existe um divisor de águas, algo que faz você mudar, seja em pensamento ou em ações, esse divisor de águas na vida do Finch foi a morte de um passarinho, para alguns pode até parecer bobo, mas não é, para ele não foi, por que ele teve a chance de salva-lo e isso mudou tudo.

Livro: Por lugares incríveis
Autora: Jennifer Niven
Editora: Companhia das letras, Selo Seguinte
Número de páginas: 336
Ano: 2015
Nota Skoob: 4.6
Minha nota: 3.8

Sinopse

Dois jovens prestes a escolher a morte despertam um no outro a vontade de viver.
Violet Markey tinha uma vida perfeita, mas todos os seus planos deixam de fazer sentido quando ela e a irmã sofrem um acidente de carro e apenas Violet sobrevive. Sentindo-se culpada pelo que aconteceu, Violet se afasta de todos e tenta descobrir como seguir em frente. Theodore Finch é o esquisito da escola, perseguido pelos valentões e obrigado a lidar com longos períodos de depressão, o pai violento e a apatia do resto da família.
Enquanto Violet conta os dias para o fim das aulas, quando poderá ir embora da cidadezinha onde mora, Finch pesquisa diferentes métodos de suicídio e imagina se conseguiria levar algum deles adiante. Em uma dessas tentativas, ele vai parar no alto da torre da escola e, para sua surpresa, encontra Violet, também prestes a pular. Um ajuda o outro a sair dali, e essa dupla improvável se une para fazer um trabalho de geografia: visitar os lugares incríveis do estado onde moram. Nessas andanças, Finch encontra em Violet alguém com quem finalmente pode ser ele mesmo, e a garota para de contar os dias e passa a vivê-los.

Resenha Mundo Sublinhado

Finch é um suicida em potencial, seu pai é um homem bem egocêntrico que largou a família e foi “em busca de uma família melhor”, a mãe de Finch é uma mulher cansada que não conseguiu superar o divórcio e talvez nem a vida de casada, já que o ex-marido é uma pessoa bem difícil, as irmãs de Finch são estranhas, mas não tanto quanto ele.

Para todas as pessoas existe um divisor de águas, algo que faz você mudar, seja em pensamento ou em ações, esse divisor de águas na vida do Finch foi a morte de um passarinho, para alguns pode até parecer bobo, mas não é, para ele não foi, por que ele teve a chance de salva-lo.

Violet por outro lado tem uma “vida perfeita” namora com o menino mais lindo e popular da escola, tem os pais mais legais do mundo, tem uma revista eletrônica – que eu imagino ser tipo um blog – que é super acessado e faz bastante sucesso e sua melhor amiga é a sua irmã, mas ela faleceu em um acidente de carro, e esse foi o divisor de águas de Violet, perder a irmã, melhor amiga, sua outra metade, isso ela não conseguiu superar, isso a mudou!

Finch pensa em suicídio o todo tempo, e para ele é algo bem natural, ele fala sobre os métodos mais comuns, sobre os menos dolorosos e pensa no trabalho que daria para a família. Mas a verdade é que todos temos um prazo de validade e ele sente que o dele já está acabando. Violet por outro lado, não sabe o que está fazendo até perceber que está no topo da torre da escola e prestes a cair. Assim Finch e Violet se conhecem, ela estava tão assustada, ele estava calmo, ela era certa, ele completamente errado, mas naquele momento ele foi a melhor coisa que poderia acontecer, ele a acalmou e juntos desceram da torre. Já na aula um professor passa um trabalho e eles decidem fazer juntos – na verdade Finch não dá escolha para Violet – e eles começam a conhecer lugares novos, conhecer um ao outro, conhecer o amor, e quem sabe mudar o final dessa história.

“Você estava naquele parapeito porque não sabia mais para onde ir nem o que fazer. Você tinha perdido a esperança. Então, como um cavalheiro valente, eu salvei a sua vida.” – pag 55

Minhas considerações

Eu gostei do livro, ele me mostrou uma realidade que eu não fazia nem ideia. Eu já fiquei sabendo de relatos de suicídios, mas no livro eu conheci como um suicida pensa, muito menos a luta interna pela qual eles passam diariamente, assim como não conheci nenhum sobrevivente do suicídio – que são aqueles que sobrevivem a partida de alguém amado – e o livro me trouxe esta realidade triste e dolorida, MAS eu achei que em várias partes do livro faltou emoção, faltou mais detalhes, principalmente dos sentimentos de quem ficou, no caso da Violet.

No mais, eu gostei do livro e gostei da narração, a autora escreve muito bem e fica bem claro durante o livro que ela estudou bastante sobre o assunto. Na minha opinião, as partes que ela não soube descrever bem o sentimento é por que ela também ainda não superou o fato de ser uma sobrevivente do suicídio.

Um livro que vale a pena ser lido!

Minhas frases sublinhadas

Sublinhei quase todo o livro – rs – ele tem muitas frases lindas, então vou colocar apenas algumas.

“Violet – Está tarde.
Finch – Isso é relativo. Olha só, eu não acho que esta tarde. Eu acho que está cedo. É o início das nossas vidas. O início da noite. O início do ano. Se você parar para pensar, vai ver que está mais cedo que tarde.” – pag 51

Nunca minta para um mentiroso – pag 55

Depois de uma vida inteira de dor, talvez faça sentido defender o rápido e repentino. – pag 67

Se tudo o mais perecesse e ele continuasse, eu ainda deveria continuar a existir, e se tudo o mais continuasse e ele fosse aniquilado, o universo tornar-se-ia para mim completamente escuro… – pag 72

Você foi sob todos os aspectos, tudo o que alguém poderia ser. […] Se existisse alguém capaz de me salvar, seria você. – pag 94

O grande manifesto … Significa a urgência de ser, de ter alguma importância e, se a morte vier, morrer com valentia, com clamor – em suma, permanecer na memória. – pag 120
O problema das pessoas é que elas esquecem que na maior parte do tempo o que importa são as pequenas coisas. – pag 134

E se a vida pudesse ser assim? Só as partes felizes, nada das horríveis, nem mesmo as minimamente desagradáveis. E se a gente pudesse simplesmente cortar o ruim e ficar só com o bom? Para que o bom seja sempre tudo o que temos à nossa volta. – pag 145

Você é todas as cores em uma, em pleno brilho. – pag 148

A esperança está em aceitar sua vida como ela se apresenta agora, mudada para sempre. Se puder fazer isso, a paz virá em seguida. Mudada para sempre. – pag 296

Então é bom e é ruim e machuca, mas gosto de pensar nele. Se eu pensar nele, ele também não vai desaparecer completamente, só porque estão mortos, não precisam desaparecer. Nem a gente. – pag 306

O que importa não pe o que a gente leva, mas o que a gente deixa. – pag 316

Gosto de pensar que ele está andando por outro mundo, vendo coisas que ninguém pode imaginar. – pag 317

Galera, no dia 10/09 é o dia mundial da prevenção contra o suicídio. A cada 40 segundos uma pessoa se suicida, os motivos são os mais diversos, mas quem está próximo pode perceber os sinais: exclusão, falta de vontade de viver, não inteiração em nenhum ciclo social, obscuridade, sofrer bullying, entre outros… caso você perceba algo de diferente converse com pessoas mais velhas, peça ajuda – você não esta ajudando quando guarda isso como um segredo você irá ajudar se pedir a ajuda que a pessoa precisa, mas não tem coragem de pedir.

Para saber mais procure quem sabe o que fazer, alguns canais disponíveis são estes:

CVV – Centro de Valorização da Vida
www.cvv.org.br telefone: 141

ABRATA – Associação Brasileira de Familiares, Amigos e Portadores de Transtornos Afetivos
www.abrata.org.br telefone (11) 3256-4831

Fênix – Associação Pró Saúde Mental
www.fenix.org.br telefone (11) 3208-1225

Disque Direitos Humanos – Disque Denúncia de Violência Contra Crianças e Adolescentes
www.sdh.gov.br/disque-direitos-humanos Telefone 100

ONG Educar Contra o Bullying
educarcontraobullying.webs.com

Espero ter ajudado!

Mil beijos,
Laise Caroline

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s