Os segredos de Landara – Redescobrindo o passado (Bruna Camporezi)

Fiquei encantada com este livro de fantasia e aventura, que me prendeu do começo ao fim. Os personagens são totalmente diferentes da nossa realidade, os cenários de Landara são bem construídos, a narrativa é muito envolvente e as aventuras pelos quais as personagens passam nos deixam com um gostinho de “quero mais”.

Livro: Os segredos de Landara – Redescobrindo o passado
Autora:
Bruna Camporezi
Editora: Novo século
Número de páginas: 364
Ano: 2013
Nota Skoob: 5
Minha nota: 5 – favorito

Sinopse

O que você faria se acordasse em uma prisão sem memória alguma?
Acordar em um lugar sujo e estranho parece insano demais, ainda mais quando uma jovem descobre que está em uma prisão e não consegue se recordar nem mesmo de seu próprio nome. Completamente perdida, sua única escolha é se comunicar com um antigo prisioneiro, James, que parece ter seus próprios segredos.

A garota descobre que está em Landara, uma ilha desconhecida que abriga criaturas incríveis e civilizações bem peculiares. Para desvendar os mistérios desse lugar, terá que encontrar Klaus Leone, um cientista genial que há tempos esconde algo que poderá mudar o futuro da ilha.

Nesta aventura, ela precisará de ajuda de diversos companheiros e acabará se apaixonando por um deles.

As descobertas de seu passado e os segredos dessa ilha se revelam a cada página e, de forma surpreendente, acabam alterando o rumo da viagem, obrigando-a a enfrentar situações que ela só acreditava ser possíveis em sonhos.

Resenha Mundo Sublinhado

Laura Duarte é uma humana que foi transformada em homeára – descendentes de humanos que foram escolhidos para se transformarem em homeára e ganhar poderes – por Tayler, um Litskar (cavalo alado branco com partes de tigre) que levou-a para Landara, uma ilha em movimento que não é vista à olhos humanos.

Laura acorda em uma prisão imunda, sem se recordar de nada, nem mesmo do próprio nome. Lá ela conhece um prisioneiro, James que lhe passa algumas informações. Juntos, eles conseguem fugir do castelo em que estão aprisionados com a ajuda de Thomas – um homeára que pode se transformar em qualquer animal que já viu.

O trio quer conseguir mais informações sobre Klaus Leone, um cientista que possui um objeto muito poderoso e que retirou as memórias de Laura – que as requer. Por este motivo decidem ir até a cidade em que os amigos de Thomas estão e onde poderão ajudá-los.

No caminho conhecem mitceáreas da beleza, onde Dylin, um pitélis – criatura peluda e fofa, de cor verde azulado e barriga rosa – entra para o grupo. Eles encontram Klaus, Laura volta a ter suas memórias e o grupo conhece os cinco amigos de Thomas, um dos quais Laura se apaixona.

Juntos, o grupo entra para uma perigosa jornada, a fim de salvar Landara. A primera etapa da missão é esconder o misterioso e poderoso objeto de Klaus para que os inimigos não o achem. Após concluído, eles descobrem que pessoas importantes para o grupo estão correndo sério perigo. Basta a escolha deles para que o mundo não seja dominado pela maldade.

Minhas considerações

Os segredos de Landara – Redescobrindo o passado é o primeiro volume de uma trilogia.
Uma garota, um galã, personagens únicos, uma aventura de tirar o fôlego, um mistério a ser descoberto, um cenário maravilhoso… Somando tudo isso temos uma maravilhosa história que nos mostra que a fantasia pode sempre nos surpreender!

Fiquei encantada com este livro de fantasia e aventura, que me prendeu do começo ao fim. Os personagens são totalmente diferentes da nossa realidade, os cenários de Landara são bem construídos, a narrativa é muito envolvente e as aventuras pelos quais as personagens passam nos deixam com um gostinho de “quero mais”.

É um livro que indico à todas as idades, e que irá envolver qualquer leitor amante de aventura e fantasia.

Minhas frases sublinhadas

”Eu não faço ideia do mundo em que você vivia antes, mas, aqui, terá que levar sua fantasia mais a sério. Os sonhos, as criaturas, coisas que você nunca imaginou existir… Tudo existe.” James, página 20.
”E quando percebi, já estava sem os pés no chão. Ouvi suas asas batendo e me segurei em seus braços com força.” página 235.
”Todas às vezes que eu olhava para ele, Derick fazia questão de encontrar meus olhos com os dele, me deixando corada.” página 240.
”Quando pensava no que estava fazendo, a única imagem que vinha em minha cabeça era uma bola de neve enorme rolando de uma montanha bem branquinha. Uma bola que a cada giro aumentava um pouco mais. Era assim que eu me sentia. A cada passo que eu dava, a coisa complicava.” página 355.

Até a próxima semana, beijos, Gaby Alievi.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s