Noites de tormenta (Nicholas Sparks)

O livro me mostrou  mais uma vez o quanto o amor pode surgir quando e onde menos imaginamos, o quanto o amor é poderoso e arrebatador.

Livro: Noites de tormenta
Autor: Nicholas Sparks
Ano: 2011
Editora: Novo Conceito
Num. páginas: 173
Nota no Skoob: 4
Minha nota: 3,5

Sinopse

Aos 45 anos, Adrienne Willis repensa toda a sua vida quando o marido a abandona por uma mulher mais jovem. Com o coração partido e em busca de descanso ela segue para a pequena cidade de Rodanthe, na Carolina do Norte, para cuida da pousada de uma amiga, Quando uma tempestade terrível se aproxima, Adrienne começa a achar que sua fuga perfeita está arruinada – isso atá a chegada do novo hóspede, o Dr. Paul Flanner. Aos 54 anos, o médico chega a Rodanthe para repensar sua profissão e relação com a família. Agora, em meio à tempestade que os cerca, os dois seres feridos procurarão conforto um nos braços do outro – e esse único fim de semana despertará sentimentos que irão acompanhá-los pelo resto de suas vidas.
P.S.: O título desse livro foi mudado de O Sorriso das Estrelas para Noites de Tormenta depois do sucesso do filme, que agora compõe também a capa do livro.

Resenha Mundo Sublinhado

Nessa linda e trágica história (isso mesmo, como a maioria das histórias do Nicholas está também é trágica) conhecemos duas pessoas com um coração gigante, mas que por alguns motivos acabaram com suas vidas em situação inimagináveis. Adrienne foi abandonada pelo marido que lhe trocou por uma mulher mais nova, ela sofreu e teve que se desdobrar para cuidar dos filhos e do pai idoso. O Dr. Paul Flanner também foi abandonado pela esposa, mas ele foi o culpado por colocar a carreira sempre em primeiro lugar, ele não fazia por mal ou por dinheiro, fazia por amor a medicina que ele praticava, até que uma tragédia acontece e ele decide mudar de vida e tentar recuperar o tempo perdido com seu filho que já é um adulto, e é neste momento, onde ele tenta se encontrar que ele encontra Adrienne, que havia ido cuidar de uma pousada apenas para ganhar um dinheiro extra e fazer um favor a uma amiga.

Ela ficaria ali cuidando da hospedaria durante todo o fim de semana e ele estava apenas de  passagem, mas uma tempestade os deixou presos, sem ninguém para os interromper eles trocaram confidências, carinhos, revelações, segredos… tudo que ali foi vivido permaneceriam para sempre dentro deles.

Paul, teve de partir, tinha que se reconciliar com seu filho, mas ao partir levou com ele um pedaço da coração de Adrienne e deixou um pedaço do dele com ela. Antes de partir já sentia saudade. Saudade do que foram naquele fim de semana e do que seriam se ele desejasse ficar, e ele quis, mas ela era muito sensata e não deixou, então ele partiu, mas o amor ali vivido perduraria para sempre.

Minhas considerações

Nicholas sempre me faz sofrer, sofrer muito – rs-, mas já nem choro mais e continuo gostando e apreciando o gênero romance ultra realista, na verdade o amor é assim e a vida é frágil.

O livro trás a historia não de um amor impossível, o amor era totalmente possível, mas os personagens, principalmente a Adrienne agiram baseados na razão. Nós nunca sabemos sobre o futuro, sobre quando será a última vez que veremos uma pessoa amada, última carta, SMS, e-mail ou o último beijo, o último fim de semana. Adrienne e Paul tiveram uma eternidade em um fim de semana e poderão se lembrar com gloria dos dias vividos a dois.

O livro me mostrou  mais uma vez o quanto o amor pode surgir quando e onde menos imaginamos, o quanto o amor é poderoso e arrebatador.

Eu gostei do livro. Como ele é curto a história é rápida, vai direto ao ponto, sem a famosa enrolação do Nicholas, e mesmo nas partes tristes as lições de vida, de tempo e de família estão presentes.

Eu esperava um pouco mais de alegria na historia, mas no contexto geral gostei de Noites de tormenta.


Minhas frases sublinhadas

“o amor era a essência de uma vida plena e maravilhosa.”
“Sei que minha jornada ainda não chegou ao fim, e que a vida é um caminho sinuoso, mas só posso esperar que ela dê uma volta em direção ao lugar a que pertenço.”
“Durante o pouco tempo que passamos juntos, tivemos o que a maioria das pessoas apenas sonha.”
“Passara toda sua vida correndo de alguma coisa, não em direção a alguma coisa, e, no seu coração, ele sabia, tudo tinha sido em vão.”
“Não importava se eu tinha ido bem ou mal no que quer que fosse, não importava se eu estava triste ou alegre, meu pai sempre me abraçava e dizia ‘estou orgulhoso de você'”
“A corrida nunca fora apenas um exercício, pelo contrário, era uma forma de meditação, uma das poucas ocasiões em que podia ficar sozinho.”
“O tempo passado ali parecia um sonho, e embora os sonhos fossem agradáveis, ela lembrou a si mesma que eram apenas isso e nada mais.”
“Mas a culpa não é apenas sua, você sabe. É preciso dois lutadores para que haja uma luta.”
“Saber que ele a amava, por mais maravilhoso que fosse, não era tudo.”
“Quanto maior o amor, maior a tragédia  quando acaba. Esses dois elementos sempre andam juntos. Para todo mundo. O máximo que podemos esperar da vida é que demore muito, mas muito mesmo para acontecer”
“Suas vidas estavam seguindo caminhos diferentes devido às responsabilidades que tinha em relação a outras pessoas, e de repente isso pareceu tremendamente injusto. Como é que a possibilidade de serem felizes havia chegado nesse ponto?”
“Jovens e velhos, homens e mulheres, quase todas as pessoas que ela conhecia queriam as mesmas coisas: queriam sentir paz em seus corações, queriam uma vida sem sobressaltos, queriam ser felizes. A diferença era que a maioria dos jovens pensava que essas coisas estavam em algum lugar do futuro, enquanto quase todas as pessoas mais velhas acreditavam que essas coisas haviam ficado no passado.”
“A separação não seria mais fácil se ficasse mais um dia”
“Eu te amo agora pelo que já compartilhamos, e te amo agora esperando por tudo o que virá.
“Ele não tinha sido seu marido ou noivo; se o chamasse de namorado iria parecer que tivera um delírio adolescente; amante representava apenas uma parte do que haviam compartilhado. Ele era a única pessoa de sua vida que parecia desafiar qualquer descrição, e se perguntou quantas pessoas poderiam dizer a mesma coisa a respeito de algém em suas vidas” (Para refletir)
“-Mas você conseguiu.
– Não, eu sobrevivi “
“Você é mais forte do que pensa, mas só se quiser ser. Você ainda vai chorar, ainda vai ter momentos em que vai achar que não consegue continuar. Mas você tem que agir como se fosse conseguir.”
Espero que gostem da leitura. Agora que já li vou ver o filme.
Por hoje é só,
Mil beijos,
Laise Caroline

 

Um comentário sobre “Noites de tormenta (Nicholas Sparks)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s