O pequeno príncipe (Crítica)

No dia 21.08.15 fomos assistir ao filme ‘O pequeno príncipe’ no Cine Imperator 3D e gostaríamos de compartilhar nossa experiência com vocês, já que é um dos livros mais lidos nos últimos 70 anos (e o meu preferido ~Laise), mas vamos tentar não da spoiler para você que ainda não assistiu.

Filme: O pequeno príncipe  
Adaptação do livro: O pequeno príncipe
Título original: The little prince
Distribuidor: Paris Filmes
Ano de reprodução: 2015

Sinopse

Uma garota acaba de se mudar com a mãe, uma controladora obsessiva que deseja definir antecipadamente todos os passos da filha para que ela seja aprovada em uma escola conceituada. Entretanto, um acidente provocado por seu vizinho faz com que a hélice de um avião abra um enorme buraco em sua casa. Curiosa em saber como o objeto parou ali, ela decide investigar. Logo conhece e se torna amiga de seu novo vizinho, um senhor que lhe conta a história de um pequeno príncipe que vive em um asteróide com sua rosa e, um dia, encontrou um aviador perdido no deserto em plena Terra.

Resenha Mundo Sublinhado

O livro ‘O Pequeno Príncipe’ fala sobre o que é essencial, o que é invisível aos olhos e o filme consegue passar os mesmos ensinamentos do livro.
No filme, o ‘aviador’ já é um senhor de idade avançada, que percebe que sua pequena vizinha ainda criança já é tratada e já tem atitudes de adulto, então decide que ela é a pessoa ideal para contar sobre o pequeno príncipe que deixou o Asteroide B-612 por uma desilusão amorosa causada por uma rosa.
O aviador e o príncipe se conheceram no deserto do Saara e aquela experiência que mudou a vida do aviador, também pode mudar a vida da pequena garota (e a sua), então ele passa a contar sobre sua experiência e sobre todas as coisas simples e complexas ensinadas pelo pequenino a ele.

Minhas considerações – Laise Caroline

As frases e diálogos contidos na história estão no filme o que torna o longa super especial, além de dar vida a um dos personagens mais lidos e apreciados.
Tenho que ressaltar que como o livro é muito pequeno e os diálogos curtos, a maneira encontrada para contar essa história foi muito especial, nossas vidas estão no filme e o príncipe passa a nos dar conselhos. Eu esperava um pouco mais do filme, mas como não esperar a perfeição de um livro tão amado? A verdade é que queria que a história ficasse presa ao livro, o que era impossível, e fazer uma adaptação como esta é sem dúvidas um desafio, mas o resultado me agradou. Esse é o tipo de livro que todos deveriam ler e após isso, ver o filme.

É uma história que deve lhe cativar e lhe ensinar sobre coragem, amor, dedicação, amizade, sobre o que é essencial… É um livro muito lindo, mas que deve, pode e vai lhe ensinar muito, não serve apenas como legenda para fotos no Instagram, ele mostra a essência da ingenuidade do amor.
Então, assim como o aviador, aprenda sobre o que é essencial com ‘O Pequeno Príncipe’.

“Cada um que passa em nossa vida passa sozinho, mas não vai só… Levam um pouco de nós mesmos e deixam um pouco de si mesmos.”

Minhas considerações – Divando Benassuly

O filme realmente retrata boa parte da história do livro com alguns incrementos em casos justificados e outros nem tanto… Roupagem que se destaca de outras animações, porem com pouca influência de fotografia e designer muito repetitivo. Mas a história continua sendo emocionante, reflexiva (nota-se em todos os post’s das redes sociais) e é claro comovente, quem leu o livro se emociona, quem não leu se surpreende, mas todos devem concorda que a verdadeira história se encaixa de alguma forma em nossa vida.

Minhas considerações – Juliana Quadros

Achei o filme lindo. Mostrou como o Pequeno Príncipe mudou a vida do aviador, e como ele não permitiu que toda aquela experiência acabasse no momento em que o Príncipe foi embora, a ponto que ele ainda busca passar tudo o que aprendeu às pessoas ao seu redor.
O que mais gostei foram os desenhos do livro ganhando vida. Além de terem ficado muito legais, deram a sensação de estar assistindo ao próprio livro.
Esperamos que vocês vejam o filme e desejamos que essa história consiga lhe cativar.
Mil beijos, Juliana, Laise e Divando.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s